AnálisesNotícias

Confira nossa análise de Stories: The Path of Destinies

Desenvolvido pela Spearhead Games, “Stories: The Path of Destinies” chega hoje, dia 12 de Abril, para o PlayStation 4 e PCs. Esse RPG de ação acontece em um mundo mágico, repleto de ilhas flutuantes, aeronaves e muita aventura.

Tudo se desenvolve baseado em um livro que é lido por um narrador que está sempre presente na história, ele é o sabe tudo, que narra os fatos, as vozes dos personagens, até mesmo faz comentários sobre a forma como você joga, o áudio é todo em inglês, mas existem legendas e os menus estão todos em português brasileiro.

Stories-The-Path-of-Destinies01

O jogador sempre estará na pele do protagonista Reynardo, a raposa, um piloto de aeronave que prometerá à mãe de Peter que cuidaria do garoto, ao longo do jogo são apresentados também Lapino, o coelho, um velho amigo de Reynardo, Calaveras, o sapo, um grande engenheiro e Zenobia, uma gata, filha do imperador e uma antiga paixão do nosso herói.

O jogo se desenvolve de acordo com as escolhas feitas pelo jogador, no maior estilo de Storytelling, você pode ser o clássico herói, um vilão poderoso, um aventureiro descompromissado ou até mesmo um alguém que se deixa influenciar, tudo depende das suas escolhas, e elas são muitas. O jogo é baseado em 4 pilares, as 4 verdades, você precisa descobrir cada uma delas para chegar a um dos possíveis finais.

Stories-The-Path-of-Destinies2

O sistema de lutas é bem simples, Reynardo pode atacar, agarrar, empurrar, esquivar e usar magias. Para atacar podem ser utilizados 4 modelos de espadas, cada uma com poderes e características únicas, que interferem no esquema das lutas, além de poder contar com a ajuda de joias, que conferem alguns poderes durante as batalhas.

Como um bom RPG não poderia estar de fora os pontos de experiência que são recebidos após as lutas, eles são divididos em XP de matança, número máximo de combos, bônus por estilo de luta e se você recebeu ou não algum dano, somados eles são adicionados ao seu nível de experiência dando pontos que podem ser usados nos altares espalhados pelo cenário para adquirir novas habilidades. Durante o jogo podem ser encontrados muitos baús azuis e alguns vermelhos, os azuis podem conter frutas que recuperam a vida ou a magia, além de minérios, já os baús vermelhos fornecem elementos para a forja das espadas e joias de poder, tanto as espadas como as joias são forjadas nas mesas de trabalho que estão pelo jogo. Você ainda pode quebrar vasos, caixotes e algumas pedras para conseguir itens mais simples.

Stories-The-Path-of-Destinies2

O jogo conta com algumas opções de Puzzles, nada complexo, eles são baseados em ordem corretas de alavancas, alguns labirintos, pequenos portais de teleporte no chão e portas que só podem ser abertas com algum tipo especial de espada, essas portas influenciam na forma como você atravessa os cenários, dando acesso às novas áreas e também alguns itens que ficam protegidos por elas.

Stories-The-Path-of-Destinies4

No quesito gráfico não tem muito o que falar, o jogo é muito bonito, com uma ótima direção artística, usando o poder da Unreal Engine 4. A trilha sonora é envolvente e animada, casando perfeitamente com os momentos. Podem ocorrer alguns problemas de erro, como por exemplo, quando abertas portas por espadas especiais o cenário pode simplesmente sumir e você será obrigado a voltar ao menu principal, já que essa é a única solução possível.

Stories-The-Path-of-Destinies5

Para finalizar, posso dizer o seguinte: “Stories: The Path of Destinies” é um jogo envolvente, desafiante e em alguns momentos até mesmo engraçado, dado o tom que o narrador conta a história. Consiste em uma aventura longa, repleta de opções que dão ao jogador total liberdade de escolha. E são por todos esses motivos eu concedo selo Ouro a este jogo.

Saulo Fernandes

Publicitário de formação, editor do Gamers & Games desde 2015. Gosto de jogos de exploração, aventura e corrida, comecei a jogar no Master System, mas o meu console queridinho até hoje é o GameCube.
Botão Voltar ao topo