Notícias

HyperX explica as vantagens que diferentes tipos de conexão oferecem aos headsets

Com fio, wireless ou Bluetooth, os periféricos de alto desempenho são grandes aliados dos jogadores.

Os headsets se tornaram aliados diários para inúmeras pessoas que precisam do equipamento para trabalhar, estudar ou se divertir. Com tantas opções no mercado, muitas vezes o grande desafio é encontrar aquele modelo que melhor atende as necessidades de cada um, seja pelo tamanho, potência, visual ou mesmo o tipo de conexão. Para quem tem dúvida se o ideal é ter um headset com fio, wireless ou Bluetooth, a HyperX equipe da HP Inc. dedicada a periféricos para jogos e marca líder em produtos para games e eSports, lista os diferenciais de cada tipo de conexão e explica as vantagens que oferecem aos usuários.

Headset com fio

Muitas vezes a tecnologia mais simples é também a mais confiável e a mais prática para o dia a dia. No caso dos headsets tradicionais, com fio, a capacidade de se conectar diretamente ao aparelho ou controle por meio de uma entrada de 3,5 mm ou conector USB pode proporcionar uma clareza de áudio maior e mais rápida, sem a necessidade de adaptadores ou softwares para ganho de qualidade sonora.

Além disso, outra vantagem pode ser a resposta de frequência, já que em equipamentos sem fio o áudio precisa ser compactado e determinadas frequências nos extremos da escala podem ser comprimidas. Assim, os fones com fio tendem a produzir uma faixa mais ampla de graves e agudos do que os outros tipos.

De modo geral, o headset com fio é a melhor escolha para quem joga, trabalha ou estuda sem precisar sair do lugar durante as atividades. Para os gamer que buscam a menor latência, a dica da HyperX é priorizar um produto que atinja altas frequências, como o Cloud Alpha S, que pode alcançar de 13Hz até 27kHz.

Headset wireless

Naturalmente, a maior vantagem do headset sem fio é a liberdade de não precisar se plugar a outro equipamento. Hoje em dia, a maioria dos headsets wireless mais populares do mercado transmitem informações de áudio por RF (radiofrequência), usando a banda de frequência de 2,4 GHz, e essa característica funciona muito bem com os jogos, já que oferece alta velocidade de transmissão de dados e uma faixa de transmissão sólida. Além disso, a banda de 2,4 GHz também permite uma conexão permanente mesmo distante do receptor, uma vez que são baixas o suficiente para penetrar em objetos sólidos sem afetar a conexão.

Para quem trabalha, estuda ou gosta de assistir a filmes e séries, é uma excelente alternativa, já que pequenos atrasos no tempo de transmissão e menores respostas de frequência não devem ter grande impacto na experiência. Os aparelhos wireless utilizam um transceptor, como um dongle de áudio sem fio USB que deve ser plugado no PC, notebook, console ou mobile para se conectar automaticamente com o headset. Modelos com grande autonomia de bateria, como o HyperX Cloud Flight, que oferece até 30 horas de uso contínuo, são as opções mais indicadas pela HyperX para quem busca um headset com esse perfil.

Headset com Bluetooth

Assim como o modelo wireless, o headset habilitado com a tecnologia Bluetooth tem a vantagem da liberdade de movimentação, mas não oferece um alcance tão bom quanto o de um modelo sem fio com frequência de 2,4 GHz. Em contrapartida, nessa mesma comparação, se destaca por não precisar de um dongle, o que facilita o emparelhamento com uma variedade maior de aparelhos e proporciona grande conforto.

Para atividades ao ar livre, com grande movimentação e mais praticidade, os modelos Bluetooth são ótimas escolhas. Além disso, muitos modelos, como o HyperX Cloud Mix, são híbridos e vem com um cabo, que pode ser usado de acordo com as necessidades do consumidor.

Marcelo Rodrigues

Old Gamer, se aventurando no ramo dos video-games deste o Atari. Já foi só do lado "Azul" da Força, mas hoje distribui sua atenção para todas as plataformas. Apesar de jogar todos os estilos, Adventures e Plataformas ainda tem um lugar especial em seu coraçãozinho.
Botão Voltar ao topo