AnálisesNintendoNotíciasPCPlayStationXbox

Mutant Year Zero: Road to Eden – Confira nossa análise.

Analisado no PlayStation 4 Pro

 

Aproveitando que em breve chegará ao Nintendo Switch, resolvemos postar essa análise de “Mutant Year Zero: Road to Eden”, game que chegou as lojas em Dezembro do ano passado para PC, Xbox One e Playstation 4.

Aqui na redação, jogamos em um Playstation 4 Pro, e já posso afirmar com certeza que se você gosta de combates por turno, leia essa análise até o fim.

Sim, saiba que “Mutant Year Zero: Road to Eden” é um jogo de estratégia, de turnos, muito parecido com Xcom, mas que surpreende em sua história e seu gameplay.

Durante o jogo estaremos controlando 2 mutantes com características bem diferentes: Dux, um pato e Bormin, um javali que vivem em um mundo pós-apocalíptico. Pois é, não é exatamente algo inédito, mas a história é conduzida muito bem, sendo que, conforme progredimos, vamos entendendo como a Terra se tornou um caos e todo o mistério que envolve a Ark. Além disso, vamos conhecendo um pouco mais dessa equipe, que mais tarde receberá novos mutantes: Selma, Magnus (ambos humanos mutantes) e Farrow (uma raposa mutante).

O game é dividido por áreas, sendo que nelas podemos explorar a procura de recursos, que podem ser trocados na Ark (uma área segura no jogo) por vários itens como armas e medicamentos.

Além disso, conforme jogamos, vamos adquirindo experiência, no caso chamado de Mutações, que serão essenciais para conseguirmos exito nas lutas. O melhor, sempre, é tentar combinar as habilidades com os personagens que vamos controlar, pois fique sabendo que os confrontos não serão fáceis.

Confrontos? Ok, vamos falar deles. Já começo avisando que apesar de existirem 3 níveis de dificuldade, “Mutant Year Zero: Road to Eden” não é um jogo fácil. Como dissemos, quando estamos explorando as áreas do game, vamos nos confrontar com os inimigos. Existem lutas que você pode até evitar (faça isso quando não tiver nível parelho com seus inimigos), mas na maioria dela, terá que passar, até para ir subindo seu nível.

Como o game é por turno, cada personagem terá 2 ações por vez. Em cada ação, você terá a porcentagem de exito para aquela ação tomada, mas lembre-se, os inimigos podem tentar evitar o máximo de dano possível com ações, como de procurar algo que sirva de abrigo (ação que você pode fazer também).

Tudo tem que ser planejado. Sim, não pense que só atirar é o suficiente, não mesmo, a estratégia que você vai usar é primordial. Saber quantos inimigos enfrentará, qual o melhor lado para atacá-los, definir sua arma, procurar um cover para não tomar dano e outros detalhes farão parte de seus pensamentos para a vitória. Uma dica, jogar o máximo de stealth é a melhor opção para começar uma batalha.

É bom salientar que sempre vejo esse jogo sendo comparado com Xcom. Lógico que por ser em game de estratégia por turno, tem alguns pontos em comum, mas “Mutant Year Zero: Road to Eden” tem todo um contexto novo e, em alguns aspectos, até melhorias em relação ao Xcom. Digo isso, porque ele é um jogo justo, sendo que percebemos que as opções do game são diversas e que se morremos, foi culpa das ações mal tomadas por nós mesmos.

Em termos de gráfico, apesar de nada muito impactante, tirando as cinemáticas, o jogo foi muito bem feito e consegue te colocar dentro daquele mundo pós-apocalíptico.

Um dos poucos problemas do game sem dúvida é seu menu, bem confuso e em algumas áreas a câmera do jogo não ajuda muito, principalmente por ser um game de estratégia. Mas nada disso tira o brilho deste jogo.

Sim, se você gosta de jogos deste tipo, “Mutant Year Zero: Road to Eden” é compra obrigatória. Por alguma infelicidade, talvez até pela época em que foi lançado, o jogo acabou passando batido, mas tenha em mente que é dos vários games que merecem sim uma chance.

Vamos esperar que o lançamento no Nintendo Switch, que acontece no dia 25 de Junho de 2019 possa despertar novamente o interesse pelo jogo.

Veja nosso gameplay feito no seu lançamento para Playstation 4:

Mutant Year Zero: Road to Eden

R$ 107,50
8.5

Nota

8.5/10

Positivos

  • Jogo desafiador
  • Personagens cativante
  • Muito tático
  • Boa história

Negativos

  • Menu confuso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar