fbpx
AnálisesNintendoPCPlayStationXbox

Crysis Remastered – Game merecia um remaster melhor | Análise

Um dos grandes clássicos sofre para mostrar as melhorias de seu remaster.

Analisado no PlayStation 4 Pro


Quem não se lembra há 13 anos atrás quando Crysis chegou ao PC.Foi um estardalhaço, principalmente por causa de seu belíssimo gráfico, mas que precisava de uma bela máquina para o rodar em condições satisfatórias.

Tanto que por muitos anos o jogo serviu de benchmark para avaliação do desempenho de um PC. Rodava Crysis? Então era um Pc potente, se não rodava…bem, vocês já imaginam né?

Mas temos que ser sinceros: Crysis não foi apenas gráficos. Não mesmo, o jogo mostrou vários pontos positivos que tentaram ser copiados por centenas de outros jogos: Inteligência artificial de inimigos, excelente mapa, o próprio Nanosuit, sua física apuradíssima, uma ótima história e muitas outras coisas.

Tanto tempo depois, eis que a Crytek traz de volta o jogo lendário, mas desta vez em condições mais favoráveis. Mas será que tudo o que foi prometido foi entregue?

Pois bem,  apesar de Crysis Remastered estar rodando na versão 5 da Cryengine, poucas diferenças existem entre a versão original e a remaster. Apesar de existir o Ray Tracing, acrescentando reflexos em algumas superfícies, a diferença foi tão sutil que pouco percebemos. Ou seja, neste caso específico, ficou a desejar.

Jogar em 60 FPS? Bem, você até pode jogar nesses resolução no Playstation Pro ou Xbox One X, mas daí acabamos sacrificando a resolução para em alguns poucos momentos conseguirmos chegar em 60 FPS. Na maioria das vezes roda a bem menos que isso. Acabamos por optar jogar em 30 FPS mesmo.

Uma coisa que me chamou muita a atenção é que o game mostra que envelheceu mal em sua jogabilidade. A movimentação sempre fica travada, principalmente se compararmos com os jogos mais recentes, onde percebemos que acertar o inimigo não é tarefa das mais fáceis, ao contrário dos inimigos que te acertam facilmente. Isso mostra a evolução que os jogos deste estilo tiveram com o passar dos anos, tendo miras muito mais fluidas, um balanceamento melhor entre a IA dos inimigos, o balanceamento das armas e etc.

Parece que estamos aqui só pra falar mal do jogo né? Não é bem assim, Crysis foi e continua sendo um jogo excelente. A temática futurista que se desenrola em uma ilha continua muito interessante e o fato de podermos ter uma liberdade para andar pelo mapa, continua surpreendente.

Como dissemos, apesar de poucas diferenças entre as versões, não podemos negar que o visual do jogo continua belo e realista, mesmo nos dias de hoje.

Mas a espera poderia ter valido mais a pena. Mesmo aqueles que não jogaram o game original, percebe que existe algo que não deixa Crysis Remastered rodar bem. Parece que o game ainda exige demais dos “pobres” PS4 e Xbox One. Na realidade não é bem isso. Talvez um melhor polimento pudesse deixar o jogo mais amigável nos consoles, o que faria o público, tanto old-school quanto os novatos se deliciarem mais com um jogo que marcou uma época.

Confira a Live de Crysis Remastered:

Crysis Remastered

6.5

Nota

6.5/10

Positivos

  • Mundo Aberto
  • Visual continua belo
  • Momentos empolgantes

Negativos

  • Jogabilidade datada
  • Melhorias não são percebidas
  • Falta de balanceamento da IA
  • Mal otimizado para os consoles

Marcelo Rodrigues

Old Gamer, se aventurando no ramo dos video-games deste o Atari. Já foi só do lado "Azul" da Força, mas hoje distribui sua atenção para todas as plataformas. Apesar de jogar todos os estilos, Adventures e Plataformas ainda tem um lugar especial em seu coraçãozinho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo