NotíciasPlayStation

Horizon Forbidden West ganha detalhes sobre os combates

Aloy tá ainda mais ágil e interessante nesta nova aventura!

Eu não sei vocês, mas meu HYPE tá nas alturas com essa nova aventura da Aloy, então qualquer notícia que surge sobre o jogo, eu já fico em cólicas querendo saber tudo. No último dia 06, a Guerrilla Games, desenvolvedora de Horizon Forbidden West, divulgou um novo texto no blog do PlayStation trazendo muitos detalhes sobre o que esperar do gameplay do novo jogo. O post é tão extenso que traz até um aviso de spoilers, pros jogadores que quiserem ter mais surpresas com a jogabilidade do game.

“Aloy é uma guerreira ágil e sagaz.” – diz Charles Perain, designer de combate que aparece em uma citação do post. “Em Horizon Forbidden West, ela tem ferramentas disponíveis que possibilitam as mais variadas táticas para enfrentar adversários fisicamente mais fortes, desde humanos com armaduras pesadas até máquinas muito grandes.”

Não só no texto, mas em diversos pequenos vídeos postados no blog podemos ver a agilidade renovada de Aloy, com muitas de suas habilidades inéditas. A caçadora Nora agora parece bem mais eficiente com sua lança, além de trazer diversos truques avançados com seu confiável arco.

Mas os inimigos também foram reformulados para desafiar o domínio do jogador sobre essas novas habilidades. Além de uma IA mais avançada, acompanhando o novo recurso da heroína nadar, muitos dos robôs são anfíbios e vão perseguir o jogador debaixo d’água também:

“Além disso, agora mais máquinas podem nadar, além de mergulhar e perseguir a Aloy embaixo d’água. Inimigos anfíbios também podem saltar para entrar e sair da água. Se você tiver azar, eles usarão essa habilidade em um ataque.” – explicou Arjen Beij, programador chefe de IA.

O game chega em 18 de fevereiro para o PS4 e PS5.

Thiago Richeliê

Um otimista cauteloso que sofre influências da desastrosa Lei de Murphy! Estudante de Fisioterapia, amante de Games, o louco das Séries, apaixonado por Filmes e que chora ouvindo Músicas.
Botão Voltar ao topo