AnálisesNotícias

Confira nossa análise de Dying Light: The Following Enhanced Edition.

Hoje, vamos falar de Dying Light: The Following Enhanced Edition (Edição Aprimorada), versão completa do game de zumbis, que conta com a expansão “The Following” e também os pacotes de melhorias que foram disponibilizados pela Techland.

O game foi lançado em janeiro desse ano e conta um pouco da historia apocalíptica zumbi, com o mundo aberto pronto para seu personagem, Kyle Crane, explorar os novos cenários da franquia.

Vale lembrar que o jogo foi bastante elogiado pelos gamers.

03

The Following começa depois da historia original do game, Kyle Crane ainda segue como protagonista do jogo, que se passa em cenários novos e diferentes da área urbana exploradas anteriormente, com muitas fazendas e muito, muito mais zumbis.

O game tem a historia ligada a investigação, descobertas de itens que vão te ajudar durante a sua jogatina, surpresas e muitos sustos, que já são marcas registradas de “Dying Light”.

01

Em relação aos comandos e os materiais e armas, são os mesmos. As novas missões praticamente não mudaram nada em relação ao game original, mas mesmo assim, é algo que te faz grudar na frente da TV por algumas horas.

Há novos perks para serem desbloqueados, deixando seu personagem mais forte, isso porque temos mais “chefes” que são maiores e vão fazer você ficar com câimbras nos dedos para derrota-los, mas isso claro, é brincadeira.

Dying02

Entre as novas habilidades, temos duas, “Lenda” e “Motorista”.

Como no game original, The Following conta com a experiência no modo cooperativo, onde você pode jogar com mais três jogadores, além disso, conseguimos andar no mesmo veiculo e deixando a jogatina mais fácil quando passamos por muitos zumbis e claro, deixando o game muito mais divertido.

Falando em veículos no game, foi adicionado um “Buggy”, que com certeza se encaixou muito bem nessa nova expansão, onde podemos ver os terrenos mais planos e muito mais com campo aberto do que era o game original.

Dying05

Vale lembrar que a jogabilidade com o veiculo é muito boa, dando uma nova experiência dentro do game, isso porque jogamos em primeira pessoa.

Ahhh, não posso esquecer… podemos sim customizar o veiculo, deixando ele mais forte, só não fique batendo muito ele, pois não é indestrutível.

Já que estou falando em novidades, posso falar que os gráficos tiveram sim uma evolução em relação ao game original, e que trabalharam muito bem na vegetação, na movimentação dos zumbis e claro, a iluminação que também foi melhorada, deixando o game com uma cara mais sombria.

Dying_04

Posso dizer que essa versão do jogo que testamos, é muito boa, e que como o nome já diz, está melhorada mesmo, e pra quem ainda não tem o game, vale sim muito comprar, pois tenho a certeza de que não vai se arrepender.

06

Bem, depois de ter recomendado o jogo a todos, a Gamers e Games concede a Dying Light: The Following Enhanced Edition (Edição Aprimorada), o selo “Ouro”.

Saulo Fernandes

Publicitário de formação, editor do Gamers & Games desde 2015. Gosto de jogos de exploração, aventura e corrida, comecei a jogar no Master System, mas o meu console queridinho até hoje é o GameCube.
Botão Voltar ao topo