fbpx
AnálisesNintendoPlayStationXbox

Crash Team Racing Nitro-Fueled – agora sim! | Análise

Analisado no Nintendo Switch

Assumo que essa análise deveria ter saído há alguns dias atrás, afinal estou jogando Crash Team Racing a um tempinho já, mas posso falar? Que bom que resolvi jogar o game novamente quase que por completo antes de escrever esse texto, uma vez que ele está sendo escrito depois da atualização que o jogo recebeu no começo de julho. Crash Team Racing Nitro-Fueled é considerado um remaster do jogo original de PlayStation, apensar de que pra mim parece mais com um remake fiel, o jogo foi lançado no PS4, Xbox One e Nintendo Switch no dia 21 de Junho de 2019.

 

CTR original e o novo, na mesma pista

Para começar é bom deixar claro, que depois de anos e mais anos na geladeira, finalmente a Activision resolveu liberar nosso amado bandicoot, depois do também “remaster” dos três jogos originais da série em 2017, era muito esperado o próximo passo que seria dado com o retorno de Crash e foi na forma de seu amado jogo de kart, Crash Team Racing Nitro-Fueled é um excelente trabalho da Beenox, ele consegue ser extremamente fiel ao jogo original trazendo todo o conteúdo daquele título, além de vir de bônus os personagens e pistas de Crash Nitro Kart e mais algumas coisinhas de Crash Tag Team Raging.

 

 

Aqui em CTR Nitro-Fueled contamos com todos os modos clássicos do jogo original e algumas adições bem vindas, o jogo conta com o modo aventura, corrida única, copas, corrida contra o tempo, caça às relíquias, batalhas, modo online… Inúmeras opções, o modo aventura consiste na história do jogo, o vilão Nitrus Oxide decidiu conquistar o planeta e desafiou o melhor corredor a vencê-lo, caso contrário tudo será transformado em um gigante estacionamento para carros. Dentro desse modo existem diversas cutscenes explicando a história, o jogador deve pilotar seu kart pelos lobbys a fim de encontrar os portais que levam as pistas das corridas principais, para poder desafiar o chefe de cada área é necessário vencer cada corrida em primeiro para conquistar o troféu, cada chefe vencido é liberado como personagem jogável além de dar outros prêmios, esse modo pode ser jogado de maneira clássica ou no estilo Nitro-Fueled, que da mais liberdade ao jogador, possibilitando troca de personagens, customização e cores do kart durante a aventura.

 

 

Já o modo copa é divido por temas, com quatro provas cada, nesse modo assim como o corrida única e o batalha pode ser jogado por até 4 jogadores em multiplayer local, no modo online é possível entrar sozinho em busca de partidas ou ainda convidar amigos para se juntarem em uma sala e fazer a disputa como no multiplayer local, mas cada um em seu console no conforto de sua casa (ou onde estiver no caso do Switch).

 

A jogabilidade é bem simples, típica de jogos no estilo, um botão acelera, outro freia, outro solta o item, simples assim, Crash Team Racing Nitro-Fueled conta com alguns macetes comuns a outros jogos, acelerar pouco antes da largada te da um pequeno turbo, dar um salto no momento preciso em que passa por uma rampa (seja ela qual for), da outro impulso, quanto mais tempo no ar, maior será esse turbo e claro, ele conta com turbo pelas derrapagens, mas ta pensando que aqui é bem nutelinha como em Mario kart? Pensou errado! Aqui em CTR para ganhar o turbo pela derrapagem é necessário segurar um dos botões de ombro (não os gatilhos), seja o direito ou esquerdo e pegar o timing correto, existe uma  barra que se enche para auxiliar ou ainda os pneus ficam vermelhos, feito isso basta apertar o botão oposto, sim, o jogo explica isso para você e não é tão difícil de executar depois que você aprende, mas leva um tempinho. Já os itens nada demais, são os mesmos de sempre e eles funcionam como esperado, alguns são de ataque, outros de defesa e tem aqueles que são deixados na pista para atrapalhar outros corredores ou você mesmo, vai que né?

 

 

Gráficos e sons são excepcionais, eu ainda não tive a chance de jogar Sonic Team Racing, mas não sei se ele é capaz de ser mais bonito que Crash Team Racing Nitro-Fueled, isso claro tem um custo, o jogo tem o alvo de 30fps, e no Switch existem concessões a serem feitas, principalmente resolução, mas jogando na própria tela dele ou ainda de longe na TV está tudo bem, já em outros consoles como o PS4 Pro (onde foi feita nossa live do jogo) o visual impressiona. As músicas são boas, mas nada muito memoráveis, elas funcionam muito bem e é isso, já a dublagem tem seus pontos bons e ruins, um fato: ela é excelente, mas infelizmente alguns personagens são irritantes, a Coco é uma delas, já o Papu Papu é muito engraçado, parece um tiozão caipira.

 

 

Mas a essa altura você deve estar se pensando, porque ele disse que essa análise deveria ter saído há alguns dias, mas saiu só agora depois da atualização do início do mês? Pois bem, a resposta é bem simples, dificuldade! Crash Team Racing Nitro-Fueled estava completamente desbalanceado para um jogo de Karts! É muito simples, muitos de vocês podem pensar, “ah mas ele é chorão e isso e aquilo…”, ok ok, jogos de Kart tem uma única função, diversão, e só, se um jogo é extremamente apelativo e você não pode errar uma curva se quer ou falhar no sistema de derrapagem que se tornaria impossível chegar em primeiro e consequentemente não avançar no modo aventura, sim existe um problema ai, em nossa Live que fizemos no dia 27/06 é possível ver que não é mentira, o jogo estava sim muito mais difícil do que está agora e mesmo jogando no “Fácil”, não era tão fácil assim, ou seja, além dos desafios, da CTR TV e dos eventos temporários que a atualização trouxe, ela salvou o game de severas críticas de muitos jogadores.

 

 

Analisando os prós e os contras posso dizer, agora Crash Team Racing Nitro-Fueled é um ótimo jogo no que ele se propõe, ele vem recheado de conteúdo, para todos os gostos, os personagens mais icônicos da franquia, uma dublagem engraçada, uma jogabilidade animal, quando você a domina é claro, ele é rápido, frenético, cada nível de dificuldade está bem balanceado de forma correta e que não da sensação de injustiça, já os contra são o tempo dos loadings e a quantidade deles, sério haja paciência, ainda mais no Switch e alguns desafios ainda são de tirar os cabelos, mas nada que com treino e dedicação não seja possível.

 


 

Crash Team Racing Nitro-Fueled

8.5

Nota

8.5/10

Positivos

  • Muito divertido
  • É a insanidade de Crash, mas nos Karts
  • Gráficos e dublagem bem feita

Negativos

  • Tempo de carregamento
  • E a quantidade deles
  • Alguns desafios são repetitivos
Mostrar mais

Saulo Fernandes

Publicitário de formação, editor da Gamers & Games desde 2015. Gosto de jogos de exploração, aventura e corrida, comecei a jogar no Master System, mas o meu console queridinho até hoje é o GameCube.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar