AnálisesPCPlayStationXbox

Call Of Duty: Black Ops – Cold War – Uma boa história faz sim diferença | Análise

Não é só de Multiplayer que este CoD é feito.

Analisado no PlayStation 5


Com uma ambientação voltada para a Guerra Fria e mais uma vez dando um show em uma campanha cinematográfica com viradas narrativas, Call Of Duty: Black Ops – Cold War mantém a tradição de lançamento anual e acrescenta novidades, pegando carona na nova geração de consoles.

Um dos pontos fortes de toda a saga CoD é seu desenvolvimento com o enredo que além de envolvente, permeiam todo o restante do jogo. Ainda que a grande maioria queira ir direto ao multiplayer, não há como negar que tudo o que usamos nas partidas, mapas, o arsenal como um todo, só existem, pois, a Treyarch e a Raven Software resolveram trilhar o caminho da sombria Guerra Fria.

Call of Duty - Black Ops Cold War

A história, que tem como pano de fundo toda a Guerra-Fria entre Estados Unidos e Rússia, serviram para mostrar que desta vez trabalharam bem na história. A partir de nossas escolhas no começo do jogo, vamos moldando o que vai acontecer depois. O enredo casou bem com todo o level design das missões, muito bem caprichadas e diversificadas. Ahh, não se preocupe, o arsenal que temos a nosso dispor mais uma vez é acima de qualquer outro jogo FPS e vai te deixar muito contente.

Ter a possibilidade de personalizar o personagem para o modo campanha, escolher as falas e ações, são novidades muito bem vindas, além de favorecer a trama. COD já se desbravou em histórias futuristas que não agradaram a todos, e Cold War é um exemplo do tal “em time que está ganhando, não se mexe”

Call of Duty - Black Ops Cold War

Por ser um título crossgen, é de se esperar que no PlayStation 5 o game rode de forma fluída e isso realmente acontece. Ao ver os 120Hz, Ray Tracing, 60fps, e toda a robustez da nova geração, da para se ter uma ideia do que ainda está por vir para os próximos títulos da franquia. Ainda que o trabalho feito para Playstation 4 tenha sido convincente, o salto é significativo.

O Controle Dualsense do PlayStation 5 é sem dúvidas uma das melhores experiências que se pode ter em um FPS. Mesmo que seja possível desabilitar a função, os gatilhos adaptativos L2 e R2 trazem uma sensação única ao manusear as armas do game. Quer seja uma pistola, uma AK47 ou até mesmo um lançar de granadas, você sente o peso da arma, a explosão e tudo o que o jogo lhe proporciona.

Call of Duty - Black Ops Cold War

Com a velocidade do PlayStation 5 e todos os atributos que a nova geração pode proporcionar, a experiência de gameplay no Multiplayer é literalmente viciante. O mata-mata em equipe, baixa confirmada e o modo zumbi são divertidíssimos. Apesar de alguns erros de conexão ocorrerem, não incomodam a ponto de atrapalhar a experiência. A possibilidade de aumentar o campo de visão ou Fiel of View (FOV) por si só já deixa este multiplayer como um dos melhores para os consoles.

A chegada do crossplay para os amantes de mouse e teclado faz presença e o novo modo Escolta VIP é um atrativo interessante, porém não se destaca dos clássicos, ainda sim, vale o esforço. Os mapas como sempre, são a cereja do bolo no multiplayer e com um respawn ainda mais rápido, garantem ação constante. Se o seu estilo é bancar o RAMBO, tenha certeza de que a expectativa será correspondida.

Call of Duty - Black Ops Cold War

Tanto em 60fps ou no modo 120Fps tudo fica visceral e frenético e é impressionante o quanto de evolução temos aqui. Agora os consoles podem proporcionar algo que até antes, apenas PC robustos ou consoles em suas versões “pró” poderiam fazer. Uma grande parcela de jogadores de COD, tiveram acesso ao game nos consoles base e essa transição para a nova geração é realmente importante tanto para os gamers quanto para os desenvolvedores.

Outro aspecto que pelo visto será sinônimo de qualidade no Playstation 5 são os efeitos sonoros. Surpreendente a qualidade auditiva de COD bem como a imersão que ela proporciona é digna de cinema. Sem exageros! Em seu modo campanha, isso fica evidente entre uma cena de ação e outra mais furtiva e cautelosa.

Em resumo, Call of Duty: Black Ops Cold War acerta o tom em escolher uma história mais pé no chão, trazendo uma campanha cinematográfica, impulsionada pelo poder da nova geração, o divertidíssimo, ainda que curto, modo zumbi e o amado e calejado Multiplayer. Já é certo que novos mapas e modos serão inseridos ao longo dos meses bem como a junção com o Warzone que ocorreu esta semana, o que por si só já vale o investimento no game, principalmente para os fãs que acompanham a série ano a ano.

Confira nosso gameplay em Live de Call of Duty: Black Ops Cold War:

Confira também nosso gameplay em Live de Call of Duty: Black Ops Cold War – Season One:

Call Of Duty: Black Ops – Cold War

8

Nota

8.0/10

Positivos

  • Modo campanha
  • Multiplayer
  • Efeitos sonoros

Negativos

  • Erros de Conexão
  • Modo Zumbi Curto

Thiago Bonito

Administrador, apaixonado por vídeo game, já sofri quando queimei meu Atari, super fã de jogos clássicos e economizando até a alma para comprar o PS5 no dia do lançamento
Botão Voltar ao topo