fbpx
AnálisesPC

Red Dead Redemption 2 no PC – Sensacionais 60FPS, mas com problemas | Análise

A versão de PC trouxe conteúdo novo além de todas as melhorias e atualizações já lançadas para as versões de consoles.

Analisado no PC


Essa analise somente ira abordar as novidades e aspectos do jogo para PC. Jogo já analisado e para conferir nossa analise entre neste link.

Assim como GTA V, Red Dead Redemption 2 foi anunciado inicialmente somente para consoles. Como sempre expectativas foram criadas a espera de uma versão para PC, visto que o jogo é excelente e ganhou mais de 175 prêmios desde seu lançamento.

Após pouco mais de um ano do seu lançamento para consoles, Red Dead Redemption 2 chegou aos PCs em 5/11/2019. A ideia da versão de PC era de empurrar os detalhes e a imersão ao limite, criando assim uma versão “ultimate”.

A versão de PC trouxe conteúdo novo além de todas as melhorias e atualizações já lançadas para as versões de consoles. Temos um grande aumento nas distancias de renderização, iluminação melhorada, uma oclusão de ambiente melhorada, vários tipos de sombras e novas texturas que trazem uma nova vida ao vasto mundo que temos. Todas essas melhorias são bem-vindas, mas chegam a um preço alto e você irá entender o porquê no decorrer dessa análise.

Uma das vantagens de se jogar em um PC é a possibilidade de se jogar a 60 fps. O jogo está lindo, mas a melhora nos gráficos vem com um alto custo e a placas de vídeo intermediarias sofrem para manter os 60 frames com uma boa qualidade gráfica.

Para começar, a Rockstar divulgou uma lista de requisitos para a versão de PC que você pode conferir abaixo:

Requisitos mínimos:

Sistema operacional: Windows 7 – Service Pack 1 (6.1.7601)
Processador: Intel Core i5-2500K ou AMD FX-6300
Memória RAM: 8 GB
Placa de Vídeo: Nvidia GeForce GTX 770 2GB ou AMD Radeon R9 280 3GB
Armazenamento: 150 GB
Placa de Som: Compatível com DirectX

Requisitos recomendados:

Sistema operacional: Windows 10 – Atualização de Abril de 2018 (v1803)
Processador: Intel Core i7-4770K ou AMD Ryzen 5 1500X
Memória RAM: 12 GB
Placa de Vídeo: Nvidia GeForce GTX 1060 6GB ou AMD Radeon RX 480 4GB
Armazenamento: 150 GB
Placa de Som: Compatível com DirectX


Se você possui uma máquina com as configurações acima você deverá escolher entre frames ou qualidade gráfica, pois para alcançar os 60 frames terá que jogar com qualidade gráfica média ou baixa. A Nvidia recomenda uma RTX2060 para 60frames a 1080p, eu estou jogando com um Ryzen 3600 e uma Vega 56 (com undervolt e overclock) e consigo rodar acima dos 60 frames com texturas em ultra e os efeitos com uma mistura de alto e médio isso em widescreen com resolução de 2560×1080. O jogo veio com suporte a Directx12 e Vulkan, o DX12 tem mais estabilidade, porem menor desempenho. O Vulkan te fornece mais desempenho, no meu caso consigo entre 5 a 10 frames a mais, porem temos menos estabilidade.

O lançamento da versão de PC veio recheado de bugs e problemas, o launcher da Rockstar não abria para muitas pessoas ou simplesmente fechava ao iniciar o game, cinemáticas congelavam, o jogo congelava na tela de loading, crashes aleatórios, o modo HDR faz o jogo ficar preto e branco, além de vários problemas com o áudio. Na data dessa publicação grande partes dos problemas já tinham sido corrigidos, mas temos uma pequena quantidade de players que ainda não conseguiram jogar por conta de uma incompatibilidade com algumas bios de placas mães da plataforma Ryzen 3000, esse problema pode ser resolvido com um update de bios, mas algumas pessoas ainda não conseguiram jogar mesmo após aplicarem esse fix.

Para minha sorte, eu não tive nenhum desses graves problemas e consegui jogar desde o lançamento. Os únicos bugs que eu sofro e que até hoje não foram resolvidos oficialmente são, a falta de uma opção para ajustar o tamanho da tela, meu monitor é de 29’’ ultrawide 2560×1080 e é impossível jogar em uma resolução menor mesmo no modo janela, pois o jogo não ajusta a tela e acaba cortando 1/3 do que seria a imagem, com ressalva as resoluções 1280×720 e 1600×900 que funcionam em janela. Jogando em 2560X1080 as cinemáticas apresentam faixas pretas, ficam pequenas e dão a impressão que estão rodando a 720p, esse problema também acontece com algumas interfaces, principalmente com alguns vendedores. E por último eu não consigo jogar com o Vulkan ativo, apesar de ter uma performance melhor ele gera várias instabilidades e a tela do jogo começa a piscar e falhar após alguns minutos.

Problemas a parte, Red Dead Redemption 2 também traz um modo online que estende sua vida útil. Diferentemente de GTA V Online que possui loadings sofríveis mesmo no PC, o modo online Red Dead no PC tem carregamento rápido, tanto para abrir o jogo quanto para iniciar atividades e é extremamente divertido, sendo uma excelente opção para jogar com amigos.

A versão de PC realmente trouxe uma melhoria gráfica, o cenário é sensacional e a todo momento da vontade de ativar o modo foto e tirar algumas Screenshots. Se você possuir um PC modesto e quer ter um desempenho melhor, abaixe a qualidade dos reflexos, da água e a qualidade volumétrica, essas opções são as grandes vilãs de desempenho e não comprometem muito a qualidade gráfica.

Eu estava à espera de uma versão de PC desde que o jogo foi anunciado para consoles e apesar dos problemas o produto final consegue impressionar. A versão de PC traz muitas novidades como novas missões, novas armas, novos cavalos e mesmo se você tiver um PC modesto, vale muito a pena comprar. O jogo chegou com um preço bem salgado, e ainda possui alguns problemas que podem ser consertados com atualizações. Se você achou caro espere por uma promoção, mas não deixe de jogar este que em minha opinião é o melhor jogo open world já feito.

Red Dead Redemption 2 PC

9

Nota

9.0/10

Positivos

  • Gráficos
  • 60 FPS
  • Online com carregamento rápido

Negativos

  • Preço
  • Bugs
  • Pesado para PC intermediário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar