fbpx
AnálisesNintendo

Super Mario 3D World + Bowser’s Fury – Os gatos e a Fera | Análise

O jogo que já era desafiador e muito divertido ganhou uma expansão de peso!

Analisado no Nintendo Switch


Super Mario 3D World + Bowser’s Fury é o relançamento de Super Mario 3D World para o Nintendo Switch, o jogo lançado originalmente em 2013 para o Nintendo Wii U ganhou tratamento deluxe e uma bela expansão em forma de um segundo jogo de pequeno porte chamado de Bowser’s Fury.

3D World começa com um passeio pelo Mushroom Kingdom, quando os irmãos Mario se deparam com um cano que precisa ser arrumado, nesse momento uma fada do Sprixie Kingdom sai dele e pede ajuda para se livrar do domínio de Bowser, mais que imediatamente Mario, Luigi, Toad e a Princesa Peach entram no cano para ajudar as princesas desse reino.

Super Mario 3D World + Bowser’s Fury

Em Super Mario 3D World temos uma expansão do mundo pensado para o Super Mario 3D Land, ele tem elementos característicos dos jogo Mario 2D e 3D, e com isso cria uma jogabilidade única, tendo movimentação em 3D mas em fases restritas e fechadas como acontecem nos jogos em 2D, isso quer dizer, ao invés de explorar o mapa em busca de uma estrela, um shine, power moon ou qualquer outro colecionável como acontece num jogo 3D original da franquia, você tem um começo e um poste com bandeira no final, ao longo da fase são três estrelas e um carimbo para coletar.

Cada fase ainda oferece itens exclusivos para cada um dos personagens, com isso apenas a Peach pode acessar aquele botão, ou em outro caso o Luigi, isso adiciona fator replay ao game, mas se pensarmos que por natureza 3D World foi pensando como um jogo multiplayer isso casa perfeitamente com a proposta do game.

Super Mario 3D World + Bowser’s Fury

Nessa conversão para o novo console, o jogo recebeu algumas mudanças e melhorias pontuais, mas também alguns pontos que sofreram no port. Para começar o jogo agora roda numa resolução mais alta, a Nintendo também ajustou a velocidade de movimentação dos personagens, todos eles, sem exceções são bem mais ágeis em ganhar velocidade, chega a ser até mesmo desnecessário o botão de corrida em algumas áreas, o Toad então, é o mestre do speed run! Outra mudança que foi bem pensada é o uso dos carimbos, no Wii U eles eram coletados e podiam ser usados em postagens no Miiverse ou ainda para deixar dicas nas fase indicando algum tipo de dificuldade durante o nível, essas dicas apareciam durante a tela de loading, agora eles são usados como estampas durante o modo foto, permitindo composições que ficam muito legais, outras mudanças pontuais e menos perceptíveis estão na jogabilidade, como o caso do timing dos saltos, as entradas nos canos foi facilitada e outras coisinhas mais que agilizam e facilitam o gameplay, talvez a mudança mais notável seja o fato de que agora é possível jogar o game em coop online com até 4 jogadores, antes isso só era possível de forma local, o sistema funciona, mas algumas fases exigem paciência e muita precisão.

Super Mario 3D World + Bowser’s Fury

Já pelo outro lado, aqueles elementos que eram fortemente atrelados à características do Wii U Gamepad sofreram alterações mais profundas, por exemplo, as plataformas de propulsão que só funcionavam caso o jogador assoprasse o microfone do gamepad, agora são automáticas, já as plataformas deslizantes que eram “puxadas ou empurradas” com o toque na tela sensível usam o sensor de movimento do joy-con com um ponteiro para executar essa ação, não é muito intuitivo e você leva um tempo para se acostumar com isso, mas se estiver sofrendo demais, é só tirar o Switch do dock e usar a tela touch dele.

Super Mario 3D World + Bowser’s Fury

Além dessas mudanças Super Mario 3D World não teve nada alterado, ele continua lindo, super divertido, desafiador, com fases extremamente criativas e engenhosas, como a fase temática de Mario Kart, a fase com as plataformas temporizadas com a música e por fim, só para citar mais uma, a Hands-On Hall com tema oriental, pra mim uma das melhores que inclusive serviu de base para uma pista em Mario Kart 8, além de tudo isso, o jogo ainda tem uma das melhores trilhas sonoras que eu já pude ouvir num jogo Mario, resumindo, vale cada minuto, mas é claro, que o relançamento do segundo jogo mais vendido do Wii U não teria apenas um tratamento deluxe, isso seria pouco pra ele, e a Nintendo foi além e de fato surpreendeu todo mundo que achou que Bowser’s Fury seria simplesmente um novo mundo ou algumas fases novas para o 3D World.

Super Mario 3D World + Bowser’s Fury

Bowser’s Fury é um mundo completamente novo e diferente dos disponíveis em Super Mario 3D World, ao menos em sua proposta, nesse “standalone” Mario é levado para o Lake Lapcat, onde tudo, tudo mesmo, é temático de gato, lá ele encontra Bowser Jr. que pede que Mario o ajude a remover seu pai do estado de fúria, por algum motivo Bowser pai está assim e completamente fora de controle, Mario então se une ao Jr e começam sua jornada para libertar o lago do Bowser e trazer ele próprio ao seu estado normal.

É aqui que a novidade começa, Bowser’s Fury parece um teste da Nintendo em várias áreas, e isso é bom, imagine um jogo Super Mario completamente em mundo aberto, esqueça saltos em quadros ou viagens na Odyssey de um mundo ao outro, mas ele todo disponível à sua frente sendo possível explorá-lo quase inteiro sem impedimentos, Bowser’s Fury é isso, claro que numa escala reduzida, o jogo apresenta diversas ilhas com faróis que devem ser ativados ao coletarmos os Cat Shines, são 5 por farol, além de outros perdidos pelo mapa, vez ou outra Bowser irá acordar e você será confrontado pelo seu modo fúria, a recomendação é fugir, se esconda que ele logo vai embora, ao menos no começo do jogo.

Super Mario 3D World + Bowser’s Fury

Bowser’s Fury introduz novidades bem vindas, como um sistema de progressão do mundo, que funciona muito bem, conforme você vai coletando os cat shines atinge marcos que liberam o Gigabell, um power-up massivo que transforma o Mario num imenso “felino brilhante Super Saiayajin”, esse modo é a única forma de enfrentar o Bowser, em nenhum desses confrontos você vai de fato finalizar a luta mas sim enfraquecer sua influencia sobre o mundo, liberando assim novas áreas, outra adição bem vinda é o auxílio do Bowser Jr., ele pode fazer algumas coisas pelo Mario, como atacar inimigos e coletar moedas, o níel de ajuda pode ser mudado pelo menu, ele ainda usa seu pincel mágico para ativar pichações nas paredes e liberar power-ups, a sim, e agora é possível manter um banco de power-ups a sua disposição, eles ficam disponíveis ao toque de um botão e o Jr. os joga diretamente para você sem risco de perder no cenário, uma mecânica muito boa que auxilia bastante na troca rápida de cada um deles para diferentes situações, além disso, um segundo jogador pode controlar o Jr. e jogar em modo coop.

Super Mario 3D World + Bowser’s Fury

Falando em áreas, elas são bem diferenciadas mas ao mesmo tempo tem certa ligação com outros jogos Mario, por exemplo, existem as ilhas de gelo, as de lava e claro, as de grama, os desafios variam bastante, alguns são similares com outros em 3D World, como coletar as moedas azuis, alcance o coelhinho e colete o Cat Shine, nesse caso, você vai estar montado no Plessie, que é o seu “transporte” pelo mundo, outros desafios secundários envolvem pulos precisos, plataformas temporizadas, batalhas contra inimigos e chefes menores como Bum Bum e Pam Pam (em suas versões felinas), e claro, lidar com o modo Fury do Bowser, que vai ficando cada vez mais frequente e duradouro, até o ponto em que ele não sai mais da tela de jogo, aumentando muito o fator dificuldade.

Mesmo com um tempo curto e relativamente fácil, essa novidade adiciona uma boa área ao já extenso e desafiador Super Mario 3D World, Bowser’s Fury pode ser terminado em poucas horas, mas para fazer 100% requer precisão, exploração e paciência.

Em conclusão, Super Mario 3D World + Bowser’s Fury é uma ótima conversão de um jogo do Wii U para o Switch, talvez seja a melhor até agora, com melhorias em vários pontos, alguns passos poderiam ser melhores, é verdade, mas ainda assim a inclusão desse segundo jogo no pacote faz dele um produto muito desejável para os donos do sistema e obrigatório aos fãs de Super Mario.

Confira os vídeos de Super Mario 3D World + Bowser’s Fury em Live:

Super Mario 3D World + Bowser’s Fury

9.5

Nota

9.5/10

Positivos

  • A jogabilidade é muito boa
  • O visual do game é colorido e cativante
  • Um mundo imenso para explorar
  • A trilha sonora, a trilha sonora!!
  • Bowser's Fury é demais!

Negativos

  • A transição dos controles em tela de toque para sensor de movimento
  • A velocidade de alguns personagens é insana
  • Queremos mais de Bowser's Fury

Saulo Fernandes

Publicitário de formação, editor da Gamers & Games desde 2015. Gosto de jogos de exploração, aventura e corrida, comecei a jogar no Master System, mas o meu console queridinho até hoje é o GameCube.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo