eSportsNotícias

Maior torneio de LOL x1 aos amadores chega aos playoffs no Brasil, e FURIA dá dicas ‘campeãs’ para avançar

Top laner, Tyrin elenca cinco fatores que podem ajudar os participantes a chegar às semifinais do Red Bull Solo Q. Partidas ocorrem neste sábado (23)

Com seis qualificatórias e mais de 2 mil inscritos, o maior torneio de LOL x1 para amadores chega aos playoffs. Neste sábado (23), 32 players de diversos cantos do Brasil fazem login no Red Bull Solo Q em busca das quatro vagas na grande decisão, em novembro, nos estúdios da Riot Games, e o troféu de revelação do ‘um contra um’ nacional. Às vésperas dos duelos decisivos, William ‘Tyrin’ Portugal, atleta profissional e top laner da FURIA, elencou os erros mais comuns para evitar e se dar bem na rota oficial da competição. Confira, abaixo, as sugestões do especialista:

  1. Ser gankado no primeiro pathing do jungler inimigo, por volta dos 03m10s de partida. Para evitar isso, se souber que o jungler inimigo está vindo para o top, warde o rio após a primeira wave, caso esteja no lado azul do mapa, ou warde a tribush inimiga se estiver na ala vermelha;
  1. Usar o teleporte de uma maneira errada. Sempre que estiver pensando se precisa realmente usar o teleporte, olhe para a wave e perceba quantos minions irá perder. Depois disso, decida (geralmente, três minions não importam muito);
  1. Para ser um top laner você também precisa conhecer as matchups da top lane. Por isso, é bom jogar muitas partidas individuais para saber o que fazer em cada situação, pois, um erro na rota superior pode ser crucial e irreversível.
Jayden compete no Red Bull SoloQ em San Jose, CA, EUA, em 31 de julho de 2021 – Crédito do fotógrafo: Jackson Nguyen / Red Bull Content Pool
  1. Atenção ao cooldown. Geralmente, a maioria dos campeões da top lane tendem a ter ults bem importantes. Por isso, é imprescindível sempre ter o seu cooldown para as lutas;
  1. Entenda o pico de poder do seu campeão. É muito comum que a maioria dos top laners fiquem fortes (a ponto de virar uma bola de neve) com dois itens. É o caso da Gwen, onde no seu segundo item ela consegue carregar lutas sozinha. Então, respeite sempre o tempo do seu campeão.
Daniel “Takasu” Hernandez compete durante o SoloQ US Qualifiers na Fullsail University em 31 de julho de 2021 em Orlando, Flórida. – Crédito do fotógrafo: Ian Witlen / Red Bull Content Pool

Quem será o melhor amador de LoL do Brasil?

Neste sábado (23), os classificados aos playoffs do Red Bull Solo Q disputarão partidas no formato MD3 (melhor de três jogos). Os quatro melhores garantem vaga nas semifinais, cujos embates vão ocorrer em MD5 (melhor de cinco jogos). Quem vencer avança à final, cujo sistema é MD7 (melhor de sete jogos). Os jogos decisivos vão contar com transmissão ao vivo pela internet, presença dos casters da Riot Games e do embaixador do evento, o streamer Felipe ‘YoDa’ Noronha. O grande campeão irá faturar o título brasileiro de melhor amador de LOL x1, troféu personalizado e outras premiações especiais.

O modo de jogo do Red Bull Solo Q é o x1, com blind pick. Vence aquele que derrotar os adversários por first blood, creep (minion) score de 100 ou ao destruir a torre do adversário. Em 2021, o Red Bull Solo Q conta com a parceria da Riot Games, Adidas, Aorus e apoio da AOC e Steelseries.

Saulo Fernandes

Publicitário de formação, editor da Gamers & Games desde 2015. Gosto de jogos de exploração, aventura e corrida, comecei a jogar no Master System, mas o meu console queridinho até hoje é o GameCube.
Botão Voltar ao topo