fbpx
AnálisesPCStadia

Serious Sam 4: Quem é Doom Guy perto de SAM “SERIOUS” STONE. | Análise

Olha a espera valeu a pena, a Croteam fez um belo trabalho de reformulação da Serious Engine.

Analisado no PC


Serious Sam 4 é um jogo de tiro em primeira pessoa desenvolvido pela Croteam e distribuído pela Devolver Digital. O jogo está sendo lançado hoje dia 24/09/2020 para PC e Stadia, com as versões de Playstation e Xbox confirmadas para mais tarde.

Após anos de espera, atrasos e adiamentos, finalmente Sam Stone está de volta. Serious Sam 4 é o novo título da franquia Serious Sam, franquia esta que agora conta com 4 jogos oficiais e diversos spinoffs. Essa nova entrada não é uma continuação, mas sim uma pré sequência de Serious Sam 3: BFE. Não espere ver “Mental” ou algum desfecho para a história, espere sim por carnificina, decepamento de membros, frases de efeito e é claro, aquele toque de humor.

Serious Sam 4

O novo título se passa durante a “Mental War”, Sam e sua equipe estão em busca do “Santo Graal”, um artefato alienígena que pode mudar o rumo do conflito. Na busca pelo artefato, Sam irá passar por partes da Itália, Grécia, França e Rússia, temos o retorno de alguns personagens que aparecem nos outros jogos da franquia, assim como a adição de novos, além de que agora, eles lutam junto com você durante grande parte da campanha. Armas e inimigos também voltam com algumas semelhanças e melhorias, tudo sempre se mantendo fiel a franquia.

Olha a espera valeu a pena, a Croteam fez um belo trabalho de reformulação da Serious Engine. O novo motor permite o uso de milhares de inimigos na tela, podendo chegar até mais de 100.000 unidades, essas alterações fazem a carnificina chegar ao nível “OVER 9000”. O que era divertido agora chega a ficar insano, o título é recheado de encontros com centenas de inimigos, monotonia aqui não existe, você termina um confronto e já parte para o outro maior ainda. Vale a dica, sempre que encontrar bastante munição, vida e armadura, se prepare, pois, o bicho vai pegar.

No arsenal, temos disponíveis, espingardas, lançadores de foguete, lançadores de granas, armas laser, rifles, a tradicional minigun, pistolas e uma faca. Além das armas temos veículos como, um ATV, uma motocicleta, uma colheitadeira e o Popemobile (um MECHA). Caso tudo isso não seja o suficiente, Sam também conta com armas e dispositivo auxiliares que incluem um buraco negro portátil, bom acho que não preciso dizer mais nada.

Os visuais estão bem superiores aos outros jogos da série, a nova engine veio acompanhada de novos modelos de personagens e cenários. Nada de escuridão, tudo aqui possui cores vivas, os personagens e inimigos possuem vários detalhes, que aparecem por causa do uso da palheta de cores, infelizmente os cenários não possuem tantos detalhes e é fácil encontrar falhas ou erros nas estruturas, isso não é algo que comprometa a experiência, mas é fácil de notar.

Serious Sam 4

A trilha sonora da franquia sempre foi muito boa e a de Serious Sam 4 não é diferente. Damjan Mravunac é o maestro responsável por esta sinfonia, presente na Croteam desde antes do lançamento do primeiro título lá atrás em 2001, Damjan traz uma trilha sonora recheada com uma mistura de heavy metal e música clássica. A trilha é simplesmente sensacional, as músicas são ótimas, principalmente as que tocam durante as batalhas de Chefe, com certeza vale a pena pagar um pouco amais na versão Deluxe, já que esta vem com a trilha sonora em mp3.

Matar aliens é legal, mas é mais legal quando tudo funciona. Antes de falar dos problemas, eu quero deixar claro que esta análise foi feita com base em uma versão beta, bugs e problemas foram encontrados e eu espero que não estejam presentes na versão final.

Serious Sam 4

Vamos lá, a nova engine possibilita a adição de milhares de inimigos, mas isso tem um custo de performance. Mesmo com um PC acima dos requisitos e com o jogo instalado no SSD, eu tive de enfrentar loadings um tanto demorados, quedas de frames e bugs aleatórios, as vezes o cenário tinha poucos inimigos e os frames caiam abaixo de 60, as vezes o cenário estava lotado e tudo ficava acima de 70. Você pode escolher entre DirectX 11, 12 ou Vulkan, porem nos testes, qualquer coisa que não fosse DX11 era sinal de problema.

A performance melhora muito, tanto em DX12 quanto em Vulkan, eu tive ganhos consideráveis de frames, porem em ambos eu acabei encontrando problemas de renderização nas cutscenes, no cenário, além crashes aleatórios que acabaram corrompendo o save game duas vezes, não foi legal ter de recomeçar tudo do zero. Esses problemas podem ter sido causados pela falta de um driver otimizado para o jogo, ou por bugs no próprio jogo, é provável que alguma atualização de driver ou do cliente, esteja disponível na data de lançamento, mas até lá eu recomendo jogar usando DX11.

Os outros problemas encontrados, foram coisas simples, como alguns inimigos que continuaram gritando ou fazendo barulho mesmo depois de mortos e erros de renderização, alguns desses acabaram gerando cenas cômicas. No geral não encontrei nada que impeça o progresso da jornada.

A Croteam fez um bom trabalho nesse novo título, Serious Sam 4 é o exemplo de como um jogo old school, pode ser atualizado para os dias atuais, sem perder a sua essência. Temos 16 mapas com co-op para até 4 jogadores e a campanha leva cerca de 10 horas ou mais para ser concluída, esse tempo é claro, vai variar de acordo com a dificuldade escolhida. O novo título é diversão garantida e eu o recomendo para qualquer pessoa que goste de FPS, se você gostou dos outros jogos, Serious Sam 4 é um prato cheio, “From Earth With Love”.

Serious Sam 4


Confira o vídeo com o gameplay + Final BOSS e cena pós créditos de Serious Sam 4:

Serious Sam 4

9

Nota

9.0/10

Positivos

  • Trilha Sonora
  • Old School
  • Divertido
  • From Earth With Love

Negativos

  • Bugs
  • Otimização
  • Falha de Texturas

Jeferson Vasconcelos

PC Gamer desde os anos 90, entusiasta de VR que não consegue ficar sem jogar os velhos consoles. Aguardando há anos pelo próximo Lineage

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo