AnálisesPCPlayStationVR

Horror Bar VR – Divertido mas repetitivo | Análise

Um Drink no Inferno

Analisado no PlayStation VR pelo PS5


Horror Bar VR é uma mistura de simulador de bartender com chef de lanches. A premissa do jogo é bem básica, faça drinks com ingredientes duvidosos, frite dedos humanos, mate baratas no balcão e atenda os mortos-vivos o mais rápido possível para completar as tarefas, ganhar mais dinheiro e por aí vai.

Horror Bar VR

O único jeito de jogar é com os controles MOVE, e é aí que começa o principal problema do game, o maldito tracking entre os controles e a câmera que não se mostra perfeito como em muitos jogos desse tipo, posso citar Job Simulator que apresenta alguns pequenos problemas mas que foram sendo consertados durante os anos desde seu lançamento. Um exemplo de tracking ruim é quando tentamos pegar a fritadeira de dedos pelo cabo mas o único jeito de pegar é se colocarmos a mão na cestinhas, até aí tudo bem, pois depois que sabemos onde pegar não há mais problema, mas isso pode e deve ser consertado pois incomoda.

Horror Bar VR

A parte gráfica do jogo não é ruim, os gráficos são limpos e com alguns embaçados apenas em poucos itens do cenário, como por exemplo os olhos (que seriam o gelo para as bebidas), que estão em uma resolução um pouco baixa e parecem um adesivo colado. O que chama a atenção logo de cara é o carinho que tiveram em localizar o game para nosso idioma, trazendo instruções claras e drinks com nomes tipo “Vinho Maldito” Ao que aparenta estamos um bar misturado com danceteria, mas a pouca variedade de mortos-vivos e a ausência de dança, deixa o ambiente meio morto, os clientes são bem feitos, mas como eu disse, a pouca variedade deixa o jogo repetitivo, pois eles sempre fazem os mesmos movimentos, ou seja vem até o balcão e pelos monitores vemos o pedido deles, o bom daqui é que em cada monitor a receita para o drink ou lanche é mostrada toda vez, não precisamos decorar os ingredientes e tal. Fazendo isso, entregamos o pedido, eles jogam o dinheiro e vamos assim até completar as tarefas do dia. Conforme vamos juntando dinheiro podemos dar upgrades em nosso local de trabalho comprando novos itens para ajudar no processo de fazer nosso trabalho mais rápido.

A parte sonora do game deixa um pouco a desejar, as músicas não são tão variadas, fazendo com que os dias pareçam todos iguais, os mortos-vivos grunhem para fazer o pedido o que é até legal, pois são zumbis. Mas no geral não há nada muito interessante.

Conclusão

Horror Bar VR é um jogo para jogar sem compromisso, é divertido até certo ponto, mas bem repetitivo, mas eu não compraria com preço cheio, que não é tão caro (R$ 104,90 na PS Store brasileira) mas que não é algo necessário, principalmente se você não gosta tanto de jogos desse tipo.

Confira neste vídeo as primeiras impressões de Horror Bar VR:

Horror Bar VR

6

Nota

6.0/10

Positivos

  • Gráficos limpos e sem serrilhados
  • Jogabilidade fácil
  • Idioma em Português Brasileiro
  • Diversão sem compromisso

Negativos

  • Tracking dos controles um pouco problemático
  • Repetitivo
  • Ter o Corona Vírus como um de seus ingredientes
Botão Voltar ao topo